EMBAIXADA DA GUINÉ EQUATORIAL EM PORTUGAL

A Missão Diplomática da Guiné Equatorial em Lisboa deseja Feliz Natal e Próspero 2022

27 de Setembro
Dia Mundial do Turismo

A Guiné Equatorial está à sua espera

 


2021 – Ano Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil

 

A Assembleia Geral das Nações Unidas (UNGA) adoptou por unanimidade uma resolução declarando 2021 como o Ano Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil, e pediu à Organização Internacional do Trabalho para assumir a liderança na sua implementação.

A resolução destaca os compromissos dos Estados-Membros de “tomar medidas imediatas e efectivas para erradicar o trabalho forçado, acabar com a escravidão moderna e tráfico de seres humanos e assegurar a proibição e eliminação das piores formas de trabalho infantil, incluindo o recrutamento e uso de crianças-soldados e até 2025 acabar com o trabalho infantil em todas as suas formas”.

A Assembleia Geral reconheceu a importância das duas convenções da OIT, a Convenção sobre Idade Mínima de admissão ao emprego de 1973 (Nº 138) e a Convenção sobre as Piores Formas de Trabalho Infantil de 1999 (Nº 182) - próxima da ratificação universal pelos 187 Estados-membros da OIT - bem como a Convenção sobre os Direitos da Criança.

Também reconheceu a importância de “parcerias globais revitalizadas para garantir a implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, incluindo a realização dos objectivos e metas relacionados com a eliminação do trabalho infantil”.

Consulte mais informação sobre a ação da OIT para combater o trabalho infantil:

https://www.ilo.org/lisbon/temas/WCMS_650871/lang--pt/index.htm




A passo de tartaruga, lento, mas seguro



Dia da Independência

Em 12 de outubro é comemorado o Dia da Independência da Guiné Equatorial. Um aniversário que marca o momento em que os destinos históricos e políticos do país passaram das mãos dos espanhóis às dos próprios equatoguineenses.

Ler mais »

75ª Assembleia Geral da ONU - Guiné Equatorial tece críticas à primazia e abuso dos países ricos e poderosos

Na declaração apresentada à 75ª Assembleia Geral da ONU, Sua Excelência OBIANG NGUEMA MBASOGO, Presidente da Guiné Equatorial, disse que o septuagésimo quinto aniversário das Nações Unidas é uma ocasião histórica, que convida a uma reflexão sobre o trabalho anterior, numa tentativa de promover o multilateralismo, a paz e a solidariedade entre as nações.

Ler mais »

Apresentação da AAUCA

Vídeo de apresentação da Universidade Afro-Americana da África Central (AAUCA - Afro-American University of Central Africa), na cidade de Djibloho, Guiné Equatorial.

Ler mais »

Guiné Equatorial convida ONG Transparência e Integridade a visitar o país

À luz das recentes acusações sobre violações de direitos humanos na Guiné Equatorial, nomeadamente a falta de condições satisfatórias de vida para a maioria da população, tais como falta de água potável, habitação, luz eléctrica, etc., para além da suposta incapacidade do Governo para gerir a crise trazida pela COVID‑19, bem como outras críticas que vêm sendo repetidas em vários meios de comunicação, com o intuito de projectar uma imagem meramente negativa do nosso País perante os diferentes parceiros, criando um ambiente de crispação num País pacífico, e semeando a confusão entre as organizações que pretendem contribuir para o desenvolvimento e progresso económico e social deste Estado, o Governo da Guiné Equatorial decidiu convidar a ONG Transparência e Integridade, no contexto do projecto APROFORT, a realizar uma visita oficial ao País, para observar no terreno as condições de vida da população e outros indicadores que considerem relevantes para determinar o estado de evolução dos direitos humanos no País.

Ler mais »

Parabéns CPLP!

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) foi criada no dia 17 de julho de 1996, completando o 24º aniversário, enquanto "foro multilateral privilegiado para o aprofundamento da amizade mútua e da cooperação" entre os seus Estados membros.

Ler mais »

Faleceu Santiago Nsobeya Efuman Nchama, Vice-Presidente Primeiro do Congresso dos Deputados da Guiné Equatorial

O Governo da Guiné Equatorial lamenta informar o falecimento, no passado dia 8 de Julho aos 70 anos, num dos hospitais do país, do Vice-Presidente Primeiro da Câmara dos Deputados da Guiné Equatorial, Santiago Nsobeya Efuman Nchama.Entre 1999 e 2003, Santiago Nchama foi Ministro de Relações Exteriores, e em Abril de 2007 abraçou a pasta da Informação, Cultura e Turismo. Em setembro de 2013 foi nomeado Vice-Presidente Segundo da Câmara dos Deputados do Parlamento da Guiné Equatorial. Desde Março de 2014 era Vice-Presidente Primeiro da Câmara dos Deputados.

Ler mais »