A escritora Angela Nzambi visitou a Embaixada da Guiné Equatorial em Lisboa

Publicado em 6 de julho de 2023 às 17:12

Ángela María Nzambi Bakale é uma escritora, feminista e activista dos direitos humanos equatoguineense, residente em Valencia, Espanha. Combina o seu trabalho na CEAR (Comisión de Ayuda al Refugiado) com a escrita. Publicou três livros: Ngulsi (2012), Biyaare (2015) e Mayimbo (2019).

Viajou até Portugal, acompanhada da sua amiga Eva María Tormo Lopez, para receber o Prémio Literário Guerra Junqueiro Lusofonia 2020, no dia 7 de Julho, no âmbito das comemorações do centenário da morte deste escritor e poeta português.

Horas antes da cerimónia de entrega deste Prémio, visitou esta Embaixada, onde foi recebida pelo Embaixador Tito Mba Ada e pelo Conselheiro Arsenio Moro Malonga, tendo, durante a conversa informal, tomado conhecimento do processo de integração do País na CPLP e da diplomacia cultural que esta Embaixada tem vindo a desenvolver para marcar a presença da Guiné Equatorial no espaço lusófono.

Foi um encontro de amigos – Tito, Angela e Eva – que estudaram no Colegio Mayor Universitario La Coma, em Valencia, um projecto de cooperação e solidariedade internacional que influenciou as suas carreiras profissionais actuais.

Todo o pessoal da Embaixada felicitou aquela que é a primeira mulher escritora da Guiné Equatorial a ser galardoada com um prémio literário em Portugal.


«   »