Home » Explosões de Bata: PNUD pretende criar 120 empregos para as vítimas de 7 de Março

Explosões de Bata: PNUD pretende criar 120 empregos para as vítimas de 7 de Março

Publicado em 4 de junho de 2021 às 14:21

Esta é uma das várias actividades que esta organização pretende concretizar nos próximos dias na cidade de Bata.

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) foi uma das primeiras organizações internacionais a reagir após as explosões de 7 de Março no quartel militar de Nkoantoma, na cidade de Bata.

Dias depois deste trágico evento, o PNUD traçou uma estratégia socioeconómica que consistia numa avaliação ambiental para estimar o nível de impacto sofrido pelos prédios e casas localizadas próximo do perímetro do local das explosões.

Com esta primeira fase já concluída, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento informa que assinou uma aliança para criar um total de 120 empregos para o benefício das vítimas do 7M, em conjunto com o Governo através do Ministério dos Assuntos Sociais, a Câmara Municipal de Bata e a Cruz Vermelha.

Antes da implementação deste projecto promissor, o PNUD iniciou nesta quinta-feira, 3 de junho, uma campanha de sensibilização sobre a recolha e reciclagem de resíduos nas habitações sociais de Nkoantoma.

Não obstante, nos próximos dias, o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas pretende planear e executar vários outros projectos, todos em benefício das vítimas do 7M.


«   »