Home » Guiné Equatorial integra Missão de Observação às Eleições Presidenciais de Timor-Leste

Guiné Equatorial integra Missão de Observação às Eleições Presidenciais de Timor-Leste

Publicado em 20 de março de 2022 às 17:43

A Missão de Observação Eleitoral (MOE) da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) às Eleições Presidenciais em Timor-Leste, marcadas para 19 de Março de 2022, vai estar no terreno entre os dias 11 e 27 de Março.

A MOE-CPLP é chefiada pelo Embaixador José Guerreiro Alves Primo, antigo Secretário de Estado da Hotelaria e Turismo de Angola, e é constituída, à data, por 18 observadores, designados pelos Estados-Membros, pela Assembleia Parlamentar e funcionários do Secretariado Executivo da CPLP. A Guiné Equatorial está representada pelo Terceiro Secretário da sua Embaixada em Lisboa, Sr. Mariano Obiang Molo Afuy.

Os observadores da CPLP vão testemunhar a fase final da campanha eleitoral, o dia do pleito, a contagem dos votos e o apuramento parcial dos resultados, prevendo-se a permanência na capital, Díli, e o desdobramento em equipas enviadas para outros distritos.

Dados oficiais provisórios, numa altura em que estão contabilizados 75,5% dos boletins de votos, dá ao candidato Ramos-Horta, Prémio Nobel da Paz,  46% dos votos.

Em segundo lugar, com 22,42% aparece Francisco Guterres Lú-Olo, seguido da actual primeira-ministra, Armanda Berta dos Santos, que obteve, para já, 9,48% do total dos votos.

Ramos-Horta diz estar confiante de que será eleito à primeira volta. Caso seja preciso realizar um novo escrutínio, este irá ocorrer no dia 19 de abril.

 

https://www.cplp.org/id-4447.aspx?Action=1&NewsId=9429&M=NewsV2&PID=10872 

https://pt.euronews.com/2022/03/20/ramos-horta-lidera-contagem-de-votos 

 


«   »