Home » Lucia Mbomio vence Prémios APDHE2020

Lucia Mbomio vence Prémios APDHE2020

Publicado em 27 de novembro de 2020 às 15:55

A Associação Pro-Direitos Humanos de Espanha (APDHE), nos seus mais de 40 anos de atividade, tem reconhecido anualmente o trabalho de quem, como a própria APDHE, luta pela defesa dos Direitos Humanos.

Desde 1982, e através de três categorias - nacional, internacional e jornalismo - a APDHE premeia pessoas, organizações ou instituições que vêm desenvolvendo acções e obras pelo respeito aos Direitos Humanos, a partir da mais absoluta integridade e generosidade.

No passado dia 26, teve lugar a cerimónia de entrega dos Prémios APDHE 2020, sendo a vencedora da categoria Comunicação a equatoguineense Lucía Asué Mbomío Rubio.

Ao longo de sua carreira, Lucía Mbomío tem mostrado o seu compromisso em relação aos direitos dos migrantes (especialmente da comunidade africana e afrodescendente), contra o racismo, e pelo feminismo interseccional.

O seu trabalho abrange várias áreas do jornalismo, principalmente na televisão e nos meios audiovisuais, mas também na imprensa escrita, em revistas digitais e na rádio. Tudo isso rendeu-lhe um reconhecimento pessoal e profissional, que valoriza o seu compromisso com a transformação social, a defesa dos Direitos Humanos e a igualdade de tratamento e não discriminação, não só do jornalismo, mas como referência em migração, racismo e feminismo.

Realizadora e guionista da série de documentários ‘Na terra de ninguém’, gravou o desenvolvimento de projetos humanitários em diferentes partes do planeta, gravou e realizou o documentário ‘A cidade invisível’ (2007) sobre La Cañada Real Galiana. Atualmente é repórter do programa ‘O método Gonzo’, de ‘Espanhóis pelo mundo’ e de ‘Madrid Directo’. Conduziu entrevistas durante mais de cinco anos num dos veículos de comunicação mais importantes sobre raça, mulheres e afrodescendentes, a revista online "Afroféminas". É colaboradora da revista "Mundo Negro", que há décadas é uma janela para a realidade política e social africana. Desde 2018, a secção ‘Barrionalismos’ do El País Madrid aborda a vida quotidiana e os valores dos subúrbios, onde a defesa dos direitos humanos é vista no dia a dia e de várias perspectivas.

Publicou recentemente, no programa de rádio ‘Carne Cruda’, o relatório ‘Trabalhadores temporários: escravos em Espanha’. Deu a palestra TED ‘As raças existem?’, bem como outras palestras sobre a representação dos negros nos meios de comunicação, publicidade, cinema e séries de ficção.


«   »