Home » COVID-19 aumenta e o Comité Político decide estender o estado de emergência até 31 de maio

COVID-19 aumenta e o Comité Político decide estender o estado de emergência até 31 de maio

Publicado em 14 de maio de 2020 às 16:25

O Comité Político de Luta e Resposta à COVID-19 analisou o estado da pandemia no país, uma semana após a última reunião. A reunião ocorreu em 13 de maio no Palácio do Povo de Malabo, presidida pelo Vice-Presidente da República, S.E. Teodoro Nguema  Obiang Mangue, que, juntamente com a sua equipa, analisou a situação da pandemia na Guiné Equatorial e propôs novas estratégias para mitigar o seu impacto no país.

Na próxima sexta-feira, 15 de maio, expira o prazo de validade da última extensão do Estado de Emergância Sanitária, decretado pelo Chefe de Estado. Neste contexto, o Vice-Presidente da República realizou novamente uma sessão de trabalho com os membros dos Comités Político e Técnico de Coronavírus para Resposta e Vigilância, com o objectivo de analisar em detalhe a situação da COVID-19 na Guiné Equatorial e propor novas estratégias de luta.

Segundo os relatórios apresentados pelos especialistas em saúde ao presidente do Comité Político, a curva de contágio está aumentando cada vez mais, e a situação actual da pandemia no país não permite relaxar as medidas de contenção. Segundo especialistas, essa poderia ser uma decisão prematura que nos levaria ao descontrolo.

Como resultado desses relatórios, o Comité Político decidiu estender o estado de confinamento até o dia 31 deste mês, tempo que permitiria a chegada de material e equipamentos médicos aos hospitais do país.

Por outro lado, o Vice-Presidente da República exigiu imediatamente a autorização e o equipamento de centros desportivos e de alguns hotéis para servir como hospitais de campanha durante toda a pandemia.

Durante a reunião, o Comité estudou a possibilidade, por um lado, de fretar um voo para cidadãos equatoguineenses que estão retidos no Reino de Espanha devido ao problema de coronavírus e, por outro, fretar outros dois vôos entre Malabo e Bata. para os cidadãos que foram encontrados fora de suas cidades de origem pelo período de confinamento estabelecido pelo Governo.

Durante a reunião, também foi anunciada a doação, por Teodoro Nguema Obiang Mangue, de 40 mil máscaras, além do salário integral que anteriormente já decidira doar.

O primeiro caso de transmissão da pandemia de COVID-19 foi diagnosticado em 14 de março. Actualmente, existem 512 casos confirmados e 6 mortes por coronavírus no país. Cabe ressaltar que, entre os casos confirmados, existem 18 recuperados.


«   »